Logo
divisão

NA PALHA DA CULTURA

NOITE DE HOMENAGEM NO MUSEU DO ESTADO DE PERNAMBUCO


"O Museu do Estado proporcionou noite especial para reverenciar aqueles que ajudaram e ainda estão sempre colaborando com a entidade, que preserva nossa história. No total foram 17 homenageados e todos compareceram para receber a distinção" – blog social – dia 10.06.2011


Ver Fotos

FOCO: ILUSTRES
FOLHA DE PERNAMBUCO – DIA 08


Ver Fotos

PERSONALIDADES: MUSEU DO ESTADO FAZ HOMENAGENS
FOLHA DE PERNAMBUCO – DIA 10


Ver Fotos

CANABARRO – O açúcar utilizado como tinta No dia 25 de maio, quarta-feira, às 19:30 horas,no Museu do Homem do Nordeste (Av. 17 de Agosto, 2187, Casa Forte) será realizada a abertura oficial da exposição da artista plástica Lorane, cuja técnica de pintura com açúcar sobre o barro é inédita. O texto a seguir, de Renato Pontes Cunha, presidente do Sindaçúcar, consta do convite para essa exposição.




A transfiguração do açúcar
A descoberta de uma técnica que até agora nos era desconhecida – a pintura feita com o mel do açúcar – poderia ter passado despercebida se a ela não tivesse se juntado também a sensibilidade do artista. Mas, na superfície simples do barro transformado em objeto, a seiva da cana, que nele cresceu e se alimentou, transfigurou-se, nas peças de Lorane, em signos e desenhos de rara simplicidade e beleza. É como se, por um milagre, a sua arte tivesse surgido para louvar os elementos ancestrais que permeiam a nossa vida desde os tempos em que o açúcar era a principal riqueza do Brasil: o barro – de onde viemos e para onde vamos – adornado pelo mel do açúcar, marcados pelo fogo.


Uma espécie de transformação alquímica que nos sugere todas as possibilidades de um universo estético a ser reinventado a partir dos elementos mais simples do nosso cotidiano. Esses pratos e panelas de barro transformados em pinhas, esses pedaços de cana mudados em pincéis, esse mel de cana tornado negro pelo fogo no traçado das pinturas, confirmam que a criatividade pode nos redimir de uma pobreza estética e que a beleza é capaz de penetrar nos recantos mais simples do humano.


Para nós, é mais um orgulho ver surgir em Pernambuco uma arte florescida da cana-de-açúcar. Da cana que é alimento, combustível, energia e agora também é tinta de uma arte singular.